Visitantes.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Pouco a pouco

Tente entender, que minha vida parou completamente sem você . Se meus olhos agora fecham por não achar você . Tente entender porque meu corpo chama o teu, dizendo um adeus que não consigo entender. Tente entender as lágrimas que caem por você, minhas feridas não acabam, moendo os sonhos que tive junto a ti. Não digas para não chorar, o vazio no meu peito corroe cada gota que quer cair, despedaça cada parte do peito que não consegue respirar. Está desaparecendo pouco a pouco, estou me perdendo e não me acho, os soluços são maioros que a respiração que já não sai . Cada vazio misturado com lágrimas de sangue. Por favor, não digas nada agora, meu coração bate forte demais para ouvir tua voz dizendo adeus, estou indo em direção ao nada e desaparecendo no vazio que restou diante de teus passos. Está frio dentro de mim, gelado o sangue que escorre em meus dedos. Por favor, não fale agora, sua voz mais uma vez vai me enlouquecer, torturar meu coração que bate desesperadamente e não encontra um lugar. Por favor, não me faça chorar.

Sem você .

Estou te vendo partir diante de meus olhos
Abrindo as feridas que um dia você curou
Me fazendo cair, do mesmo lugar que você me levantou
Suas carícias estão em minhas pele
Seus beijos estão em meus lábios
Seu som em minha cabeça

Caindo ao longe, te vejo ir embora
Quem sabe nunca mais voltar
Em meus braços não mais a encontrar
Não me peças para não chorar
Meus olhos não vão mais te encontrar
Quem sabe uma única vez, vá voltar .

As feridas abertas, sem você ao meu lado
O chão caindo , sem você para me puxar
Sem teu carinho, para me fazer sonhar
Ao teu longe, encontrarei meu refúgio
Diga adeus , para meus olhos
Ele precisa parar de procurar por você .

Bruna Mendes ( 24/02/10)

Por favor

Não chores, eu sempre estarei contigo, te guiando.
Por favor, não me torture com esse silencio
Não vá embora, minha garganta grita teu nome
Não desapareça , dentro de mim
Não me deixe com o fantasma dos teus olhos .

Por favor, voce foi aquela que curou minhas feridas
Não caia agora no meio do caminho
Seu silencio me faz sentir frio.
Por favor, não me deixe com teu silencio.

Sua despedida está em meus olhos
Teu abraço de adeus, não desapareçe
Voce foi a minha força
Por favor, não me deixe aqui.

Estás desaparecendo, ao longe de meus olhos
A fumaça do esquecimento, me faz querer te lembrar
A dor de te ver ir , me deixa perdida entre mim
Por favor, eu estou aqui,não vá embora

Bruna Mendes (24/02/10)

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Venha logo

Tudo que há em mim tem um pouco de você . Cada sorriso , cada lágrima , cada vontade em te ter . As horas passam lentamente sem pressa para acabar , como um navio pronto para afogar voce insiste em demorar . Navegue em meu ser eu lhe pesso com ternura , meu corpo pede implorando teu beijo , que arde em plena compostura . Deixe eu provar sabor de mel , na minha boca molhada , sentir o teu cheiro de alma lavada. Deixe eu acordar e ver voce ao meu lado . Sentir o sol bater em meu rosto , me acordando deste imenso sonho , faça virar realidade cada momento esperado . Ao teu lado eu quero que seja para sempre eu estou esperando você .

Bruna Mendes (10/02/10)

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Por favor , seja minha .

Ando com o coração acelerado demais, com os olhos sangrando demais , com as lágrimas caindo sem direção , com o vento apontando apenas a escuridão . Estou ouvindo vozes dentro de mim , chorando pelos cantos , achando um lugar sem fim . Estou procurando uma janela , onde eu possa me tacar e assim , desaparecer agora . Não sei o nome do que estou sentindo agora , não quero te perder , mas não me entendo . Estou caindo ladeira abaixo , me afogando em minhas lágrimas , me prendendo em meus soluços , me tacando no escuro . Eu queria apenas um abraço agora, por favor , não me desespere . Por favor , eu imploro para que não digas não , eu imploro para que me beijes essa noite e não me deixes só . Me digas a verdade , eu lhe direi também , só um abraço carinhoso seu , vai me fazer bem . Se eu pudesse mandar em meu coração .. ah se eu pudesse ..

Bruna Mendes ( 08/02/10)

Eres minha razão ..

Seus olhos, agora estão me prendendendo . Não consigo parar para decifrar , são os únicos que brilham para mim , promentendo que nunca será o fim . Seu sorriso me comove o coração , quando sorri eu ganho meu chão . Suas lágrimas conseguem tirar meu sono , parecem viver num castelo sem sonhos . Seus gemidos ecoam pelas paredes do meu quarto , preciso da sua voz como preciso da luz , teu corpo unindo nossas almas , desesperadamente em só um . Carícias intensas , eu quero trocar com você , não quero só em sonhos poder te dizer .. És tudo que eu sempre sonhei , meu teto , meu chão . És minha razão , pretenção . Cintilam horizontes de luz , invadem meu ser e dominam minha mente , disfarçam meus sentidos , tem o poder sob eles plenamente .

Bruna Mendes ( 07/02/10)

Já conheço você .

Estou completamente perdida em meus pensamentos
Não consigo mais me entender
Viajo sem destino , tentando me achar .
Me perdi no que mais eu tinha para dar .
Minha indecisão agora faz parte de mim
saiba que desde sempre , eu fui assim.
Meu coração está ai , meu pensamento nao entende
Não consigo entender como em um dia , cresce meu sentimento
Sabe que as vezes parece que estou contigo
As vezes parece que te conheço tanto tempo
Parece que sua voz sempre passeou em minha cabeça
Que seu coração já foi meu por inteiro
Que você foi minha e eu apenas sua
Contorno o lápis em minha mão , tentando escrever
mas não consigo explicar o que aconteçe sem razão..
Estou disposta , saiba que sim
Imagine um lugar , algo que sempre quiz
Estarei contigo um dia , pode acreditar
te dar as mãos, poder viajar .
Dizer eu te amo , olhando em teus olhos
beijar sua boca , como nos sonhos .

Bruna Mendes (03/02/10)

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Carta de despedida.

Toco o espelho quebrado , apenas com as pontas do dedo
Vejo meu sangue escorrer , e o suor aparecer em pingos de gelo
Ouço a chuva bater na janela , e a escuridão em minha porta
A solidão que entra agora , como um sinal de resposta .
Sinto as gotas da chuva cairem no chão , gelando meu corpo completamente em vão .
Sinto o orvalho bater também em minha janela , me mostrando que posso não estar sozinha .
Cada gota da sangue caída se mistura com minhas lágrimas
Lágrimas que insistem em cair me molhando a face .
Lágrimas que me gelam a pela e me estremece o corpo
Lágrimas profundas que desaparecem em meio as gotas de sangue
Lágrimas impertinentes que me fazem cair no chão .
Estou desesperada e ninguém consegue me socorrer , meus gritos não saem
nao consigo entender .
Não estou blefando , não é maldade . Estou disperdiçando cada momento de minha vida
Vida sem sentido , vida sem vida , não há mais vida .
Espero que me entenda , numa carta de despedida
Eu precisei de você , fiquei sem saída .

Bruna Mendes ( 04/02/10)

Rascunhos.

Cada lágrima agora cai atravessando meu rosto
Cada lágrima de sangue que se mistura com realidade .
Cada pedaço da minha vida que desapareçe em segundos
Cada detalhe lançado ao ar como grãos de areia misturando-se com ondas do mar.
O amor que a mim cabia era grande demais
Explodia meu coração , quase sempre em sinais .
Cada verso colocado no rascunho do papel
simulava o amor que um dia alcançava e ultrapassava o céu
Cada rima que eu criei foi totalmente em vão
eu tentava alcançar e prender teu coração .
Cada detalhe com perfume de rosa eu criei
para sentir apenas um perfume seu.
Meus dedos contornavam o papel
Minhas lágrimas molhavam as folhas
Meus rascunhos pareciam contratos
Contratos de um amor desperdiçado
jogado ao chão .
Mas eu te escrevo, cada linha torta na esperança
De que voltes para mim
Cada retrato queimado, com as cinzas ao vento
me dizem que te quero , até meu fim.

Bruna Mendes ( 04/02/10)

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Por essa noite ..

Eu só queria que você estivesse aqui, mas parece apenas um sonho bom. Eu só queria compartilhar contigo um momento bom, contar uma história para você ouvir, um música para te alegrar, uma palavra para te emocionar. Já não consigo te tirar de mim , você faz parte da minha vida. Toda hora , todo minuto , minha cabeça chega até você. Essa noite eu quero só você , apenas essa noite venha me beijar. Só mais uma vez diga que me ama, acredite , ainda temos tempo.Só por essa noite complete minha alma, só por essa noite me dê um sinal. Estou ficando louca , enlouquecendo entre as palavras, as vezes eu só queria você aqui para convencer meu coração de que o apra sempre existe. Essa noite vou fechar os olhos para chegar até você, acredite , meu pensamento vai lhe encontrar. Espero você chegar , com o coração na mão, te contar que meu amor é mais forte, não duvide , você é minha certeza .

Bruna Mendes (01/02/10)

Contarei um segredo .

Não tenho nada a falar , só te contar o que meus olhos não conseguem esconder , dizem a verdade para os seus , eles não mentem , podem trair minhas certezas . Hoje vou lhe contar um segredo, espero que se prepare , deixe a vida decidir e me responda. talvez nossos planos estejam juntos e escrito em algum lugar eu sei que está . Eu largaria tudo por você , viajaria Kilometros para te ter . Estou aqui , olhe para mim, eu lhe digo a verdade, certas coisas não precisam se pensar , quem sabe seja para sempre . Já estou aqui estendendo minha mão , segure a minha e abra os olhos, estou na tua frente .

Bruna Mendes (01/02/10)

Adeus

Certas coisas aparecem em vão , procurando uma saída , estava contigo até o fim dos dias . Quanto tempo faz desde que meus olhos encontraram os teus , me explique agora o porquê de me deixar , você matou nossos planos. Olho para trás , matou minha esperança , minha vitórias. Meu medo está aqui do lado agora , não posso negar , não posso perdoar . Adeus

Bruna Mendes (01/02/10)