Visitantes.

sábado, 14 de maio de 2011

A minha vida é tua.

Como poder imaginar a minha vida sem você? Se a vida tentou encaixar as nossas vidas talvez seja porque queira juntar os nossos destinos para um sempre eterno. Imaginar meu corpo sem o teu é imaginar a minha alma pela metade e meu coração em pedaços. É perder todos os hormônios que me fazem criar essa paixão que eu sinto por você. Minha menina, minha menina. Se você soubesse o quanto é bom poder olhar para você e saber que é minha e sempre será minha. Por mim, e por você? O que eu faço? Deixo você livre para escolher entre a mim e o mundo ou lhe dar a oportunidade de viver sem mim por completa? Onde eu encaixo esse medo pavoroso que consegue me tirar o sono e mudar as minhas verdades? Ah deus, eu só quero que você me abrace bem forte, como não acontece a algum tempo. Só quero ver teus olhos brilharem e tua vontade de encostar teus lábios nos meus. Só quero não ter mais medo de lhe perder e saber que está entregue á mim tanto como eu. Mas e agora? Eu preciso ter você pelo resto da minha vida. É você quem sustenta meu corpo e quem consegue me fazer ser feliz. Tempo nenhum no mundo seria capaz de diminuir ou apagar tudo o que sinto aqui dentro. Dentro de um eu tão interno que até posso chamar de você, pois dou teu nome para tudo o que tenho dentro de mim. Ah Deus, o que eu faço com esse pavor tão intenso e esse fantasma que me faz ser tão grossa e impune ao pensar que você, o amor de toda a minha vida, possa sentir algo por outra pessoa. E o que eu faço? Sei que, você consegue ser tudo o que eu sempre imaginei, o que eu sempre sonhei, e nunca, em todas as horas que eu viver, irei me arrepender de ter conhecido, amado, sofrido, chorado e sorrido com você e por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário